MEDO DE ERRAR X MEDO DE TENTAR

Se você não está satisfeito com o modo como seus funcionários tomam decisões, então comece a reparar no modo como você as avalia.


Nosso comportamento é estratégico e, frequentemente, simplesmente reagimos aos estímulos do nosso ambiente. Então, se um erro pode trazer me consequências ruins, como uma avaliação de desempenho fraca ou se meu chefe ou colegas vão me olhar feio, eu farei de tudo para evitar isso.


Em outras palavras, evitarei correr riscos. Vou desistir de tentar qualquer coisa nova, porque não tenho como prever o resultado. Então, na dúvida, fico com a certeza, o que já conheço, já fiz e deu certo. Fico com o que todo mundo está fazendo. Safety in numbers.

Ao fugir dos erros, no entanto, eu abro mão dos acertos. Deixo de lado a inovação, sepulto minha criatividade. Mas nunca mais levo bronca. Vou jogar recuado, na defesa, pelo 0 x 0.

Em organizações em que um erro destrói uma carreira e as pessoas são julgadas por seus resultados, elas ficam com medo de tomar decisões. Elas ficam com medo de fazer qualquer coisa.
J. Edward Russo e Paul J. H. Schoemaker

Logo, se você acha que seu time não é ousado, que não faz nada novo, que não sai da zona de conforto, preste atenção em como você lida com os erros. Seja honesto consigo mesmo e se pergunte se na sua empresa erros são oportunidades para o aprendizado ou para uma conversa com o RH.


Entenda do que as pessoas têm medo, porque de nada adianta criar programas de incentivo, campanhas motivacionais e eventos de team building se as punições falarem mais alto do que as recompensas.


#avaliação #decisão #desempenho #erro #medo #oportunidade #punições #recompensas #resultado #rh


  • LinkedIn
  • YouTube
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Spotify Ícone
Fale comigo através do formulário de contato ou escreva diretamente para rodolfo@negociacao360.com.br

© 2019 Negociação 360º  • Todos os direitos reservados • Desenvolvido por Teresa Maita