Como pedir desculpas

Já vi muitos problemas em negociações simplesmente porque uma das partes se recusou a pedir desculpas. Por outro lado, já vi impasses sendo quebrados e litígios terminarem no exato instante em que uma das partes assume o erro – mesmo que não esteja errada.

E essa é uma lição – e uma ferramenta – que tenho trazido sempre comigo. Pouca gente resiste a um sincero e humilde pedido de desculpas. E uma das coisas que tenho notado, também, é que quando você pede desculpas a pessoa tende a te olhar diferente. Uma das razões para isso é que ao admitir um erro, estamos admitindo nossa falibilidade – algo inerente ao ser humano. Afinal, errar é humano, não é?

Mas a gente parece ter perdido essa parte da nossa essência e hoje vejo pessoas com uma enorme dificuldade em fazer as pazes com seus próprios erros, admitir suas falhas e pedir desculpas. O que acaba fazendo com que pequenos contratempos se transformem em grandes problemas – sem necessidade.

Então aqui vão algumas dicas que podem te ajudar na hora de pedir desculpas e tentar reverter uma situação ruim:

1. Assuma o erro: Não jogue a culpa nos outros antes de pedir desculpas. Peça desculpas pelos seus erros. Em um estudo de Edward Tomlinson (John Carroll University) e Roy Lewicki (Ohio State University), eles descobriram que as chances de a parte ofendida aceitarem o pedido de desculpas são maiores quando existe um elemento interno na atribuição da culpa (“a culpa foi nossa porque saímos tarde para a reunião”), do que um elemento externo (“não tivemos culpa no atraso porque o trânsito estava uma loucura”).

2. Dê um toque pessoal: quanto mais próximo você estiver ao pedir desculpas, mais sinceridade a pessoa poderá perceber. Se não puder ir pessoalmente, ao menos telefone. Pedir desculpas por e-mail pode piorar a situação se a pessoa se sentir desprestigiada. Como se diz em Resolução de Conflitos, é “acrescentar ofensa à injúria”.

3. Cuide da reputação: se você for uma pessoa que se atrase frequentemente para seus compromissos, uma desculpa por mais uma falha não vai surtir nenhum efeito. Por isso, quanto melhor for sua reputação, mais as pessoas estarão inclinadas a acreditar que aquilo foi uma exceção – não a regra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *